Header Ads

Também há ondas impressionantes nos Açores — e pela primeira vez foi uma surfista a conquistá-las


A surfista brasileira Michelle des Bouillons foi a primeira mulher a surfar a onda da Baixa da Viola.

Todos os anos, surfistas de todo o mundo passam pela Nazaré à procura daquela onda especial. Muitos vieram inspirados pelo surfista havaiano Garrett McNamara, apaixonado pela Nazaré. É ali que têm sido batidos os recordes mundiais de ondas gigantes, com corajosos homens e mulheres a enfrentarem ondas que chegam a ter 20 e 30 metros de altura.

Nos Açores, há também ondas de respeito. E foram agora conquistadas por uma surfista que, não por acaso, já se destacou na Nazaré. Michelle des Bouillons tornou-se a primeira atleta do sexo feminino a surfar a onda da Baixa da Viola, um pico de ondas grandes situado na Maia, no concelho da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel. 

A surfista de 30 anos foi aos Açores a convite de uma expedição de surf desenvolvida entre a Associação de Turismo dos Açores e o programa Gigantes da Nazaré. O feito aconteceu a 9 de fevereiro mas foram conhecidas esta sexta-feira, 19 de fevereiro, as imagens do momento.

Em comunicado enviado à NiT, Michelle realça: “quando me proponho a surfar uma onda que não conheço, vou pela experiência e pela vontade de explorar novos horizontes, mas quando recebo uma notícia dessas, me sinto como uma exploradora colocando a bandeira do surf feminino em locais extremos, onde somente os atletas mais bem preparados conseguem chegar”.

A onda com mais de 15 pés conquistada pela surfista é assim um marco para a própria mas também um exemplo num desporto que tem cada vez mais mulheres a destacar-se. E é também um sinal da atenção que os Açores prestam às diferentes oportunidades que o oceano possibilita ao arquipélago. 

Fique com o vídeo que dá conta da onda que Michelle des Bouillons desafiou.


Sem comentários